fbpx

Endodontia

Endodontia 1
Endodontia 2

10 Dicas de como evitar aparecimento das cáries

1- Marcar consultas periódicas é fundamental pois a cárie nem sempre é visível e de fácil identificação. 2- A correta escovação é o principal fator de uma limpeza oral completa. Trocar as escovas sempre a cada dois meses, optar por...

Read More
Endodontia 4
Endodontia/Canal

A endodontia é a especialidade da odontologia popularmente conhecida como tratamento de canal ou canal do dente, sendo a vertente odontológica responsável pela prevenção e tratamento das doenças da polpa do dente.

O especialista em endodontia (canal) atua promovendo o alívio da dor em dentes inflamados, e/ou também na descontaminação devido a necrose pulpar (nervo do dente) e suas possíveis conseqüências, como abscessos, cistos de pequeno e médio porte, entre outros.

Sinais Que Indicam Tratamento Canal

Dor de dente que pode durar horas, muita sensibilidade à variação de temperatura (quente e frio), dor pulsátil, dor irradiada para outros dentes (não é possível definir em qual dente exato está a dor, tamanha a intensidade).

Necessidade de Tratamento de Canal

A inflamação da polpa, popularmente conhecida como dor de dente, pode ser classificada como reversível e irreversível. A reversível é caracterizada por uma dor de curta duração que se dissipa após a remoção do estímulo. Ela também é caracterizada por sensibilidade apenas às temperaturas frias e pode ser considerada uma dor localizada. Esse tipo de dor diminui quando removido o agente agressor, no caso, a cárie. Portanto, esses casos não necessitam do tratamento de canal. Mas, se essa dor não for tratada, pode evoluir para uma inflamação irreversível e para este caso, o tratamento endodôntico é indicado.

Sessões Necessárias Para Tratamento Canal

Assim que o paciente é orientado sobre o procedimento planejado, a pergunta mais frequente que é feita para o profissional é se o tratamento de canal será realizado em apenas uma sessão. Pois bem, nem sempre isso ocorrerá!

Quando a polpa do dente estiver inflamada, mas sem ainda estar necrosada (“morta”), o tratamento mais indicado é a chamada biopulpectomia, que na maioria das vezes é feita em apenas uma consulta.

Quando a polpa estiver inflamada, infeccionada e necrosada, às vezes com pus, cistos ou inchaços, o tratamento realizado é o de necropulpectomia. Já que a contaminação por bactérias nesses casos é muito maior,  o profissional tem que aplicar a medicação mais de uma vez dentro do dente e na quantidade de sessões necessárias, até que se elimine essas bactérias e controle a infecção.

A quantidade de sessões necessárias para se finalizar o tratamento também vai variar de acordo com o dente afetado (se anterior ou posterior, ou se com mais de uma raiz e canal), e com o grau de dificuldade da espessura e formato dos mesmos.

Como você pôde ver, a quantidade de sessões para a finalização do tratamento varia de caso para caso e depende da extensão e gravidade da lesão, assim como do nível de comprometimento da polpa e da quantidade de canais e raízes envolvidas. Não se preocupe, o seu dentista irá definir o que for melhor para você.

Prevencão do Tratamento de Canal

Para evitar as cáries, é importante que haja uma boa higienização bucal. Use sempre escova de dente e fio dental para fazer a limpeza. Além disso, não esqueça de visitar o dentista periodicamente.

Pós Tratamento de Canal

Depois que o tratamento é feito, o paciente deve fazer uma restauração desse dente. Isso ocorre com alguns procedimentos como colocação de prótese, resina ou outro material.

Cuidados com Tratamento Canal

O procedimento precisa ser finalizado para que não seja perdido. Com a remoção do nervo, o dente fica “sem vida” e sensações de temperatura e dor não poderão ser sentidas.

Open chat
Precisa de ajuda?